Questão de escolha

Durante a nossa trajetória vivenciamos muitas experiências e como resultado das nossas escolhas tivemos como resultado alegrias e ou tristeza.



Tanto na vida pessoal como profissional as escolhas são fundamentais para o nosso crescimento e aprendizado. Mais, às vezes nos acomodamos e ficamos na zona de conforto, por pensar que o patamar que chegamos é o suficiente.

Mas será que é verdade?

Será que o medo do desconhecido e da novidade está nos paralisando, impedindo de alçar novos voos, ou será pelas nossas crenças que trazemos desde o nosso nascimento, que são ensinados ou impostos pelos nossos pais e pela sociedade.

Muito destas crenças fazem com que permanecemos em uma vida sem brilho e alegria, por não termos a coragem de seguir nossa vontade, então ela fica tolhida e abafada. Mais ninguém nos ensinou que fazendo está escolha estaríamos abrindo mão da nossa almejada “felicidade”.

Seguir o nosso “coração” não significa ser sentimentalista, mais sim ter a coragem de ser você mesmo e escolher o seu caminho conforme o seu real desejo.

Ao escolhermos o “coração” começamos a perceber que nossa vida flui com mais leveza e facilidade, pois, o que torna pesado são o conflito e a sensação de vazio que acomete quando escolhemos, por medo, de mudar o caminho por ser diferente do tradicional. O caminho tradicional é o mais fácil e não corremos o risco de sermos julgados ou discriminados pela sociedade, pois, a maioria das pessoas tende a seguir o padrão. Desta forma vamos deixando nossos sonhos abandonados e esquecidos em nossa memória. Mas quando substituímos a nossa vontade pelo do outro perdemos a nossa autonomia, entregamos tudo na mão do outro e a nossa felicidade vai depender do outro. Seria o mesmo de você tirar os seus vasos que nutrem seu coração e conectar a outra pessoa, passando a responsabilidade de cuidar e alimentar para este indivíduo e você passaria a receber conforme o que outro determinasse, mas será que ele sabe o que é melhor para você? Creio que não! O mesmo acontece em nossa vida quando deixamos de seguir nossos sonhos o que recebemos não será suficiente para suprir as nossas necessidades sempre faltarão algo, ficará um vazio. Fazendo uma auto-análise para sabermos se estamos conduzindo ou sendo conduzido, mesmo sendo doloroso admitir que na maioria das vezes, deixamos ser conduzidos pelas nossas crenças limitantes. Então vamos começar uma reflexão fazendo uma relação com o caminho que vamos percorrer rumo ao topo de uma montanha, e durante o caminho vai analisando como foram as suas plantações de acordo com as escolhas. Finalmente ao chegarmos ao todo da montanha poderemos observar qual a plantação que fomos deixando para trás.

Agora que percebemos que não era essa plantação que realmente desejava, pois, no meio do caminho comecei a ouvir a opinião das outras pessoas que encontravam pelo caminho. Algumas pessoas que desciam a montanha falavam para seguir os atalhos para chegar ao topo com mais facilidade e rapidez, mas cada um tem uma visão, opinião e necessidade diferente.

E precisamos entender por sermos diferenciados o que é bom para mim não é o mesmo para o outro, pois, somos seres únicos com necessidades e desejos diferentes. Por isso as nossas escolhas devem ser tomadas não por impulso ou medo, mas sim com segurança e responsabilidade.

Lembrando que as nossas escolhas são sempre opcionais e todas irão gerar frutos, que possamos gerar uma linda plantação com muitos aprendizados e crescimento pessoal. O importante é você ter o controle da sua vida em suas mãos, mesmo diante das adversidades que surgem temos a condições de superá-las, pois, as barreiras encontradas pelos caminhos são os que nos permitem fortalecermos e transformar.

A vida nos proporciona várias opções de escolhas e cada uma irá conduzir a novas experiências e aprendizados que serão eternizados, então cabe somente a você escolher “como” é e “onde” serão os caminhos que você irá percorrer.

O melhor caminho a seguir é o que te leva ao encontro de seus sonhos, não tenha medo de percorrer montanhas e até mesmo desertos para a sua realização, pois, seus frutos são doces e traz com eles o melhor dos sentimentos a alegria, a felicidade e a plenitude.


#escolha #crescimento #superação #tristeza #saúde

3 visualizações